Projeto Misterioso: 1º parte

Posted by .:Tricoteiras:. Posted on jun - 01 - 2008

Agora, vamos começar o projeto propriamente dito!

Monte 104 pontos nas agulhas mais finas. Você vai trabalhar em carreiras abertas, de ida e volta, virando a agulha no final de todas as carreiras, como se fosse um trabalho feito em agulhas retas comuns.

As oito primeiras carreiras obedecem ao seguinte padrão: 4 pt arroz (ou seja, 1 m, 1 t, 1 m, 1 t), 96 pontos em sanfona 2/2, 4 pt arroz. Na terceira carreira, ao chegar aos 4 pontos arroz finais, faça 2 meia juntos, 1 laçada, 1 m, 1 t.

Depois de feitas essas oito carreiras com a agulha mais fina, você vai trocar para a agulha mais grossa e fará:

1º carr (lado do avesso): 4 pt arroz, 96 pt meia, 4 pt arroz.

2º carr (lado direito): 4 pt arroz, 1 t, 1 aum, *3 t, 1 aum, 2 t, 1 aum, 3 t, 1 aum*, repita mais 10 vezes de * a * até sobrarem 11 pontos na agulha esquerda; então, faça: 3 t, 1 aum, 2 t, 1 aum, 2 t, 4 pt arroz. Você terá feito um total de 36 aumentos, ficando com um total de 140 pontos na agulha.

3º carr: 4 pt arroz, 132 m, 4 pt arroz.

4º carr: Igual à anterior.

5º carr: 4 pt arroz, 132 t, 4 pt arroz.

6º carr: Igual à  3º carreira.

7º carr: Igual à  3º carreira.

8º carr: Igual à  5º carreira.

9º carr: Igual à  3º carreira.

10º carreira: 4 pt arroz, 2 m, 1 aum, *4 m, 1 aum, 3 m, 1 aum, 4 m, 1 aum*, repita mais 10 vezes de * a * até sobrarem 13 pontos na agulha esquerda; termine com 4 m, 1 aum, 3 m, 1 aum, 2 m, 4 pt arroz. Você terá feito mais 36 aumentos, ficando com um total de 176 pontos na agulha.

11º, 12º e 13º carreiras: siga acompanhando o ponto, ou seja, faça 4 pt arroz no início e no final de todas as carreiras e trabalhe os pontos intermediários em ponto jérsei (direito em meia, avesso em tricô).

14º carr: Nessa carreira, faremos pipocas. Pipocas de tricô, naturalmente. Em Portugal, essas pipocas ou bolinhas em relevo chamam-se borbotos.

Para fazer uma pipoca, tricote 5 pontos num ponto só, da seguinte maneira: com o fio para trás, do jeito normal, faça um ponto meia comum; não derrube o ponto da agulha esquerda e passe o fio para a frente; enfie de novo a agulha direita no mesmo ponto da agulha esquerda e faça 1 ponto tricô; não derrube o ponto da agulha esquerda e passe o fio para trás; enfie de novo a agulha no mesmo ponto e faça mais um ponto meia; não derrube o ponto da agulha esquerda, passe o fio outra vez para a frente e faça um ponto tricô; finalmente, ainda sem derrubar o ponto da agulha esquerda, ponha o fio para trás e faça o último ponto meia. Só então derrube o ponto da agulha esquerda.

Vire o trabalho e trabalhe em tricô esses cinco pontos. Vire o trabalho de novo.

Faça então os dois primeiros pontos juntos em meia; devolva à  agulha esquerda o ponto resultante e, usando a ponta da agulha direita, derrube sobre ele os outros trás pontos da pipoca. Ponha o ponto de volta na agulha direita.

Pronto. Pipoca feita.

Há quem goste de fazer a pipoca numa agulha auxiliar, que é mais curta e mais fácil de ficar virando. Há também quem arremate os cinco pontos de uma vez só, enfiando neles uma agulha de crochê e passando o fio por dentro de todos num só movimento. Faça como achar melhor; cada pessoa tem seu jeito pessoal de tricotar.

Voltemos à  14º carreira: 4 pt arroz, 7 m, 1 pipoca, *8 m, 1 pipoca*; repita de * a * até restarem 11 pontos na agulha esquerda; faça então 7 m, 4 pt arroz. Você terá 18 pipocas regularmente distribuí­das no seu tricô.

15º a 18º carr: trabalhe como fez da 11º à 13º carr: 4 pt arroz no princípio, 4 pt arroz no final e o miolo todo em ponto jérsei. Na 18º carr, nos 4 pontos arroz do princí­pio, faça 1 m, 1 t, laçada, 2 m jt.

19º carr: 4 pt arroz, 168 m, 4 pt arroz.

20º carr: 4 pt arroz, 2 t, 1 aum, *5 t, 1 aum, 4 t, 1 aum, 5 t, 1 aum*, repita mais 10 vezes de * a *, até sobrarem 16 pontos na agulha esquerda; termine então com 5 t, 1 aum, 4 t, 1 aum, 3 t, 4 pt arroz. Você terá feito 36 aumentos e tem agora 212 pontos na agulha.

21º carr: 4 pt arroz, 204 m, 4 pt arroz.

22º carr: igual a  21º.

23º carr: 4 pt arroz, 204 t, 4 pt arroz.

24º e 25º carr: igual a  21º.

26º carr: igual a  23º carr.

27º carr: Agora você vai fechar o círculo e passará a trabalhar em carreiras circulares. Para isso, ponha numa agulha auxiliar _ uma agulha de trança ou um palito de dentes os 4 pontos arroz da outra ponta da agulha; puxe os pontos, espalhando-os na agulha, e segure a agulha auxiliar na frente da agulha esquerda, paralela a ela; trabalhe então os 4 pontos arroz enfiando a agulha direita no ponto da agulha auxiliar E TAMBÉM no ponto da agulha esquerda.

Observe que a coluna de pontos arroz que tem os furinhos na 3º carreira da sanfona e na 18º carreira do trabalho com a agulha mais grossa fica atrás da coluna sem furinhos; isso porque você está tricotando uma carreira do lado do avesso.

Depois dos 4 pontos arroz, faça todos os pontos em meia, deixe uma boa ponta de fio (mais ou menos um palmo) e corte-o.

Agora você tem 208 pontos na sua agulha. Se vem fazendo as contas direitinho, perguntará: onde foram parar os outros 4, se na carreira anterior eu tinha 212 pontos? Respondo: Esses são os 4 pontos arroz que você trabalhou juntos; eram 8, viraram 4.

Comments are closed.