Tricotando no avião

Posted by Clara Beauty Posted on mai - 10 - 2012

A dúvida que todo mundo tem: pode ou não pode tricotar dentro de aviões? Afinal, são muitas horas preciosas para a gente, que tem sempre milhares de trabalhos na fila, ficar sem fazer nada.

Os aviões tricotados são obra de Claire Platt: www.claireplatt.bigcartel.com

A gente responde: sim, é possível tricotar durante um vôo. Mas se informe antes para não ter as agulhas confiscadas na hora de embarcar.

Pelas regras da Infraero, o que você não pode levar de jeito nenhum:

* tesoura, nem de unha.
* agulhas de metal de nenhum tipo: nem tricô, nem crochê, nem de costura.

Porém, nem tudo está perdido.

É perfeitamente possível passar as longas horas de vôo tricotando desde que você tome algumas providências.

* use apenas agulhas de plástico, preferencialmente, ou de madeira ou bambu. Mas plástico é com certeza a opção mais segura.
* Já leve o seu trabalho começado com essas agulhas. No caso do funcionário implicar, você explica que é tricô e que você jamais usaria suas agulhas para matar ninguém porque mancha de sangue é muito ruim de tirar quando pega na lã (com a Clara, essa explicação funcionou, todo mundo riu e ficou por isso mesmo).
* nada de levar o seu kit intercambiável inteiro para passear, afinal você só tem duas mãos, né? Leve apenas um par e já em uso no seu trabalho, como explicamos no item anterior.
* seja discreta e haja da maneira mais natural do mundo. Nada de já chegar tirando o trabalho da bolsa, mostrando as agulhas e fazendo um discurso sobre você ser tricoteira e todo seu amor por essa manualidade. Espere passar pelo raio-x. Na maioria das vezes, ninguém nem percebe (devem pensar que são canetas). Só mostre o que é se realmente pedirem para olhar.

Mas ok, ainda há o risco de pegar um funcionário mal-humorado, em um dia ruim, e ele implicar e não deixar você passar de jeito nenhum. Já prevendo essa possibilidade, certas medidas precisam ser tomadas antes de sair de casa:

* use uma agulha baratinha, porque, na pior das hipóteses, você não terá um prejuízo muito grande (só tédio mesmo de ficar horas sem fazer nada).
* pelo menos motivo, passe um fio de segurança no seu trabalho, porque se mandarem você deixar as agulhas você não terá que desmanchar o trabalho inteiro.

 

Categories: Notícias, Tira-dúvida

6 Comentários nesta postagem.

  1. Denise Costa disse:

    Queridas tricoteiras,já levei as minhas agulhas da marca “denise”,numa viagem sem problema algum.Foram horas de voo muito bem aproveitadas!bjs

  2. Josy Queiroz disse:

    Meninas, adorei a matéria…o problema não é a proibição de tricotar no avião, pois pode sim…o problema todo é o raio x mesmo, comigo ninguém nunca implicou, passo todos os dias, as vezes mais de uma vez por dia, pois sou tripulante…o ideal são as de plástico mesmo!
    Ótima matéria…vou divulgar no meu face!
    Beijossss
    Josy

  3. miriam loira disse:

    indo para os EUA visitar a filha levei meu croche,soh que levei minha clover,ai que medo de me tirarem,ai coloquei a agulha dentro da carteira, o rx nao detectou nada,foi muito bom crochetar nas alturas,a gente nem ve o tempo passar.

  4. Regiane disse:

    Meninas,
    Levei minhas agulhas de plastico pequenas com os meus novelos de la que ja havia começado 2 cachecois para darem de presente a uma amiga. No aeroporto de confins na hora de passar pelo raio x acusou, tirei e mostrei ao funcionario que disse que eu nao poderia embarcar com as agulhas. Fiquei puta de raiva, mas nao deixei ele jogar as agulhas fora,voltei no check in e despachei minhas agulhas. Na volta elas vieram na bagagem despachada.

  5. Maria Claudia Peroto disse:

    Olá, meninas.
    Quando você falam de agulhas de plástico, aquelas da Pinguoin ou da Coats conta? Algumas mais antigas tem um metal por dentro… Será que eles não enroscam com isso?
    E as KnitPro de madeira? Elas tem um metal na parte de trás. Será que dá problema? Eu morro se perder minha KnitPro!!!!!!!!
    Beijão

  6. Tricoteiras disse:

    Sim, claudia, falamos delas tb.
    Quando a gente se refere ao material da agualha, estamos falando do corpo dela, da parte que ficará mais tempo em contato com o fio.
    O metal dentro vai fazê-la ficar mais resistentes e talvez não enverguem tanto nas suas mãos, mas a superfície é plástico e portando vale o que a gente falou sobre elas acima.
    KnitPro é uma excelente marca. Não sei se eles têm garantia perpétua, mas eu tenho as minhas agulhas há tempo e nunca tive problemas.

    Bjos
    Clara